TESTE BANNER

.

EMPRESAS

Tradutor

sexta-feira, 30 de março de 2012

Jardim Botânico, Unimed, Associação Mulher Unimed Bauru e Lar Escola Sta. Luzia definem atividades para o Jardim Sensorial Medicinal

Mais de um mês se passou desde a reinauguração do Jardim Sensorial Medicinal, entretanto, os trabalhos em torno do mesmo não acabaram.
No último dia vinte de março, no auditório do Centro de Educação Ambiental do JB, foi realizada uma reunião entre a equipe de educação ambiental do Jardim Botânico, Unimed, AMU – Associação Mulher Unimed Bauru e Lar Escola Santa Luzia para Cegos.
O objetivo da reunião foi estabelecer um primeiro contato entre os monitores do Jardim Botânico e os monitores do Lar Escola Santa Luzia que, em conjunto, irão elaborar as atividades para serem desenvolvidas no Jardim Sensorial.

Logo após a conversa inicial, os participantes da reunião seguiram para o Jardim Sensorial Medicinal e lá as propostas de atividades a serem desenvolvidas foram comentadas e discutidas.
A parceria com os monitores do Lar Escola Santa Luzia para cegos tem como intuito aproximar o Jardim Botânico do público com necessidades especiais e proporcionar aos demais visitantes uma nova e reveladora experiência ao serem guiados por monitores com deficiência visual. Esta importante parceira representa mais um passo para o processo de adequação do Jardim Botânico as normas de acessibilidade, que busca torna-lo espaço para todos.
Mas fiquem atentos! As escolas e grupos organizados que desejarem uma visita guiada por monitores do Lar Escola Santa Luzia devem realizar um agendamento prévio.
  






terça-feira, 27 de março de 2012

Curso de Formação Continuada de Professores inaugura atividades no Centro de Educação Ambiental


Teve início no último dia 19 de março o 1º Curso de formação de professores no Jardim Botânico Municipal de Bauru. O curso, intitulado “Minha Aula no Jardim Botânico: um espaço de ensino e aprendizagem”, tem como objetivos principais estreitar as relações entre os professores e o JBMB, demonstrar as potencialidades do JB como um espaço não formal de ensino e capacitar os professores para o desenvolvimento de atividades no Jardim Botânico.

O curso, sob a coordenação do Eng. Agr. Luiz Carlos de Almeida Neto (JBMB); do biólogo Vinícius Sementili Cardoso (JBMB); da Profª. Esp. Fernanda Carneiro Bechara Fantin (DPPPE/SME) e da Profª. Ms. Sirlei Sebastiana Polidoro Campos (DPPPE/SME), é uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação e o Jardim Botânico e está entre os cursos do programa de formação continuada oferecidos aos professores da rede municipal de ensino.
“Minha aula no Jardim Botânico” está dividido em duas turmas, uma no período da manhã e outra no período da tarde, e os encontros acontecem a cada quinze dias. Embora inicialmente o curso seja destinado a professores da rede pública, há a expectativa de estendê-lo a professores da rede estadual e particular de ensino.




Equipe de Educação Ambiental do Jardim Botânico.


segunda-feira, 19 de março de 2012

Comemoração de aniversário do Jardim Botânico

Na bela e ensolarada manhã deste último domingo (18/03), cerca de 120 pessoas prestigiaram os eventos em comemoração ao aniversário de 18 anos do Jardim Botânico Municipal de Bauru.
Crianças e adultos assistiram encantadas à peça “Salve Terra” da Companhia Gira-lua de Artes.
Neste dia também houve o início da Feira do Livro Livre no Jardim Botânico. A ideia da feira é incentivar e facilitar o acesso a leitura, cerca de 52 pessoas levaram livros, revistas e gibis para suas casas.
Com o sucesso da apresentação, a equipe do Jardim Botânico estuda a possibilidade de criar um projeto teatral com apresentações frequentes no Jardim Botânico.

 






























video

quarta-feira, 14 de março de 2012

Março é mês de festa para o Jardim Botânico Municipal de Bauru


Março é mês de festa para o Jardim Botânico Municipal de Bauru, pois comemoramos nosso 18º aniversário! São 18 anos de muito trabalho, conquistas e alegrias.
Domingo (18/03) às 10h.
Classificação LIVRE, entrada FRANCA.
E para marcar esta data tão especial o Jardim Botânico programou uma série de eventos. No dia 18/03 (domingo) às 10 horas da manhã, as festividades começam com a apresentação da peça “Salve Terra” da Companhia Gira-lua de Artes, que realizará uma apresentação teatral com tema voltado às preocupações com o meio ambiente.
Também neste dia terá início a Feira do Livro Livre no Jardim Botânico, trata-se de um projeto da Secretaria Municipal de Cultura e da Biblioteca Municipal com o apoio do Jardim Botânico. O objetivo da Feira é incentivar e facilitar o acesso a leitura através da troca e doação de livros.
Já para o dia 19/03 (segunda-feira) está previsto o início do curso de formação continuada, destinado a professores da rede municipal e demais e educadores, com o título “Minha aula no Jardim Botânico: um espaço de ensino e aprendizagem”. O curso terá início em março e será finalizado em junho e apresentará o Jardim Botânico como um espaço de auxilio ao ensino formal.
Participe! Incentivar a leitura é um dever de todos.

O curso é de extrema importância para as atividades de Educação Ambiental, uma vez que busca aproximar e integrar professores e escolas com o JB. O curso marcará o início da utilização do Centro de Educação Ambiental do JBMB. Inicialmente o curso se destina a professores da rede municipal de ensino, mas a ideia é expandi-lo também aos professores da rede estadual e particular.




 

quinta-feira, 8 de março de 2012

Prefeitura Municipal investe em infraestrutura e recursos humanos.


Equipe responsável pelas coleções de plantas do JBMB
Olá amigos,
Depois de uma breve pausa, hoje damos continuidade à apresentação dos funcionários do Jardim Botânico Municipal de Bauru.
Falaremos hoje da equipe responsável pelas coleções de plantas vivas e desidratadas do JBMB. Esta equipe, formada por uma bióloga e dois técnicos agrícolas, é encarregada pela coleta, manejo, identificação e registro das plantas pertencentes às coleções do Jardim Botânico.
Trata-se de um trabalho que requer muita atenção, dedicação, pesquisa e estudo, uma vez que as coleções são bastante diversificadas e que cada planta possui particularidades no seu trato.
Além dos cuidados com as plantas em si, ainda há um trabalho de manejo dos dados que envolve o registro fotográfico, identificação das espécies e a catalogação das mesmas em um banco de dados.
Atualmente o JBMB mantém coleções de orquídeas, samambaias, bromélias, plantas aquáticas, plantas medicinais e também um arboreto.


Foto de um dia de manejo da coleção de plantas aquáticas

Natália, Francisco Júnior e Willian