TESTE BANNER

.

EMPRESAS

Tradutor

domingo, 23 de outubro de 2011

A apresentação de Manu e Norba Mota trouxe 504 pessoas à 3ª Edição do Projeto “Um Canto no Botânico”

A apresentação da dupla Manu Saggioro e Norba Mota trouxe 504 pessoas à 3ª Edição do Projeto “Um Canto no Botânico”, no Jardim Botânico de Bauru.
O repertório da dupla contou com uma seleção de músicas que vem sendo trabalhada ao longo de sete anos de parceria, a qual transitou entre o folk e a MPB. De acordo com Manu, “foi uma troca de energia muito boa”,
com grande interação do público que retribuiu com muita intensidade.
A próxima apresentação acontece no dia 06/11, às 10h, com o AWÊ Trio formado pelos músicos Audren, Willian e Erino.

Confira abaixo algumas fotos e dois vídeos da apresentação.











































video video


quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Manu e Norba Mota no Projeto “Um Canto no Botânico” neste domingo

Neste domingo, dia 23 de outubro, teremos o prazer de receber no Jardim Botânico, a dupla Manu Saggioro e Norba Mota como parte da 3ª edição do Projeto “ Um Canto no Botânico”.

O repertório da dupla conta com uma seleção de músicas que vem sendo trabalhada ao longo de anos de parceria e que transita entre o folk e a MPB. De acordo com Manu, “o público poderá conferir um repertório eclético, escolhido e trabalhado com muito zelo”.

A música entrou na vida de Manuela Saggioro, a “Manu”, por pura inevitabilidade. A paixão adolescente pela arte dos anos 60 e 70, por todo o movimento da contracultura, tanto no Brasil quanto fora, levou Manu a tocar, cantar e não parar mais. Em 2004, Manu montou com outras quatro instrumentistas, a banda Inlakesh, que apresenta um repertório com o clássico do “rock'n roll setentista”. Em 2008 recebeu um convite para participar do Jazzin' Albarracín – festival de Jazz na cidade histórica Albarracín, no centro da Espanha. Em 2007 produziu, em parceria com o diretor de teatro bauruense Paulo Neves, o espetáculo “Manu canta a Invasão do Sol”. E ainda mantém concomitantemente a esses trabalhos, uma programação de apresentações semanais em bares de Bauru e região com um show acústico ao lado de Norberto Motta e da Banda Sunshine.

O multinstrumentista Norba Motta está no mundo da música desde 71. Já participou de shows ao lado de grandes nomes da música brasileira como Wilson Simonal, Zé Augusto, Demônios da Garoa , Altamiro Carrilho e outros. Atua como produtor musical e entre os trabalhos mais recentes produzidos pelo músico estão os remakes dos shows Opinião e Dois na Bossa. Ao lado do violeiro Levi Ramiro participou do Projeto Itaú Cultural e do Circuito Syngenta de Viola Instrumental, viajando por vários estados brasileiros. Semanalmente participa de apresentações em bares da cidade e região com vários músicos, inclusive com Manu, com quem mantém um repertório diferente de outras propostas.

O show será neste domingo, dia 23 de outubro, às 10 horas da manha, na Praça dos Bambus do Jardim Botânico Municipal de Bauru

Venha e traga a família!



quinta-feira, 13 de outubro de 2011

O Jardim Botânico contribuindo com a formação do biólogo

Recebemos aqui em nosso Jardim Botânico, nos dias 10 e 11 de outubro, a visita de alunos do curso de Licenciatura em Ciências Biológicas da Faculdade de Ciências da UNESP de Bauru, como parte das atividades práticas da disciplina de Sistemática Vegetal.
A disciplina é ministrada pela Profª Drª Anne Ligia Dokkedal Bosqueiro, professora do Departamento de Ciências Biológicas.
Os alunos, acompanhados pelo biólogo do jardim botânico, Vinícius Sementili Cardoso, fizeram uma caminhada pela trilha ecológica, explorando as características dos grupos vegetais estudados. Conheceram também a praça de plantas medicinais e a coleção de pteridófitas.
A visita permite que os alunos tenham o contato com as plantas e observem os indivíduos em seu ambiente natural, uma vez que muitos representantes observados em aulas práticas, no laboratório de biologia, estão preservados em álcool e acabam perdendo muitas de suas características.

Confira o vídeo no qual a Profª Anne fala da importância da visita ao Jardim Botânico para suas aulas:



video


domingo, 9 de outubro de 2011

O violeiro Levi Ramiro volta à III Edição de Um Canto no Botânico e reúne mais de 300 pessoas

Trezentas e vinte pessoas cantaram e divertiram-se com as modas e causos do violeiro Levi Ramiro, neste domingo, em mais uma apresentação da III edição de “Um Canto no Botânico”, artista que voltou ao Projeto após um ano de sua última apresentação no Jardim Botânico de Bauru (JB).

No 3° show dessa temporada do Projeto, Levi apresentou composições próprias e de compositores consagrados da música caipira e regional.

Para Levi, o projeto tem um caráter intimista e aproxima o artista do público, o que valoriza o trabalho apresentado.

O evento contou com a exposição “Viva o Cerrado Paulista” do Instituto Ambiental Vidágua, com mostra de produtos originados do cerrado.













video

video

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Levi Ramiro retorna ao Canto no Botânico

O projeto "Um Canto no Botânico" traz neste domingo, dia 09 de outubro, um ótimo espetáculo. Mais uma vez, para deleite do público, Levi Ramiro participa do projeto. Violeiro, cantador e contador de "causos", há muitos anos se apresenta por todo o Brasil divulgando a música regional. O artista tem uma estreita relação com o instrumento, emociona o público, que o acompanha em algumas canções. Um banho de brasilidade que inunda a alma com a deliciosa sonoridade da nossa música de raiz. Não deixe de comparecer. Neste domingo, dia 09 de outubro, às 10 horas da manha, na Praça dos Bambus do Jardim Botânico Municipal de Bauru. O show de música é gratuito.
Levi Ramiro é natural de Pirajuí e como músico instrumentista participou da gravação de CDs como: “Eu plural” (Tribo terra), “Vida de vaqueiro” (Geraldo do Norte), “Razão da raça rústica” (Matuto moderno), “Folias do Brasil” (Dércio Marques), “As liras pedem socorro” (Socorro Lira), “Sentimento matuto” (Júlio Santin), “Que eu traga na canção” (Ana Person), “Comendo vento com sal” (Paula Velozo), Canto das horas (Adriano Rosa). Tem composições gravadas nos CDs: “Avarandado” (Ana Salvagni), “Razão da raça rústica” (Matuto moderno), “Sentimento Matuto” (Júlio Santin), “Folias do Brasil” (Dércio Marques), “Na paleta do pintor” (Tânia Grinberg) e “Raiz do bem” (Jorge Curuca), “Canto das horas” (Adriano Rosa).
Em 2011, em Belo Horizonte, Levi foi um dos ganhadores do prêmio nacional "Rozini de Excelência da Viola Caipira", na categoria Violeiro Solo. Trata-se de um importante prêmio nacional que contempla 23 categorias relacionadas à viola caipira.