TESTE BANNER

.

EMPRESAS

Tradutor

segunda-feira, 20 de maio de 2013

IV FIMAB e FESTIECO 2013


De 23 a 26 de maio nosso Jardim Botânico participará da IV FIMAB – Feira Integrada do Maio Ambiente/Bauru e FESTIECO 2013 – Festival de Tecnologia e Inteligência Ecológica, que serão realizados no Recinto Mello de Moraes. O evento reunirá autoridades, especialistas, expositores, palestrantes, ambientalistas e diversas entidades preocupadas com questões ambientais tais como sustentabilidade, conservação, logística reversa, poluição e etc. O Jardim Botânico Municipal de Bauru participará divulgando seus trabalhos voltados à conservação.
Confira abaixo as atividades que ocorrerão na feira e no festival.


Festieco e Fimab 2013
Duplo evento ambiental terá atrações para toda família

  • Ecoreto - agenda cultural ao pôr do sol.
  • Espaço Zen - meditação e alto astral.
  • Tributo ao Rio Tietê - espaço ecológico que faz uma homenagem a nascente do rio.
  • Eco Congress - circuito de palestras com importantes autoridades da área ambiental.
  • Espaço “Sustentabilidade e Políticas Públicas” - painel de debates entre representantes de governos municipais de Bauru e região.
  • Mostra de Ecopaisagismo - fomenta a criação e a manutenção dos verdes urbanos, trazendo o que há de mais atual no mercado de paisagismo ecológico.
  • Circuito Ecoeducativo - espaço para participação de escolas públicas e privadas, ressaltando a importância da educação ambiental.
  • Workshop de Reciclagem - atividades lúdicas destinadas ao público infantil.
  • Ecoffee Bar - point integrado à natureza para discussões informais e network empresarial.
  • Pavilhão de Estandes - mais de 50 expositores para visitação.

Os eventos são abertos à toda comunidade. Venha participar!


terça-feira, 14 de maio de 2013

Pesquisa com sucupira-preta no Jardim Botânico


Nosso Jardim Botânico é um local muito importante para o desenvolvimento de pesquisas científicas nas diversas áreas do conhecimento. Com o intuito de divulgar estes trabalhos, valorizando o potencial da instituição para a produção do conhecimento científico, nosso blog tem apresentado as pesquisas realizadas no Jardim Botânico.

Desta vez apresentamos a pesquisa dos biólogos Jonas Costa Rangel e Helton Rodelli Dangio, formado na Universidade do Sagrado Coração (USC) em 2012. O trabalho de conclusão de curso intitulado: “Germinação de sucupira-preta (Bowdichia virgilioides)” foi realizado no Laboratório de Horticultura do Jardim Botânico Municipal de Bauru (JBMB).

O trabalho consistiu em testar diversas técnicas de germinação, em sucupira-preta, para investigar quais os métodos mais eficientes para superar a dormência presente nas sementes, visando o conhecimento de produção de espécies nativas do cerrado.  De acordo com o biólogo, na literatura existem poucas publicações sobre germinação destas espécies, portanto para estratégias de recuperação de áreas degradadas é importante o conhecimento do comportamento das plantas visando a produção de mudas do cerrado.

As sementes foram submetidas a três testes diferentes de germinação que consistiram em: choque térmico, escarificação química e escarificação mecânica. Todas as sementes foram acondicionadas em estufa e após a germinação verificou-se que as sementes submetidas a choque térmico apresentaram um melhor resultado na germinação.

A sucupira-preta é uma planta que esta na lista de espécies ameaçadas do estado de São Paulo. Os viveiros que produzem mudas nativas não produzem a sucupira-preta devido às dificuldades de germinação, portanto este trabalho pode contribuir com a adequação de técnicas de germinação para serem utilizadas em espécies de cerrado.

É muito importante que pesquisadores realizem estudos em nossa área, pois assim são revelados dados que permitem um melhor conhecimento da fauna e a flora de nossa região e por meio destas informações podem ser estabelecidas estratégias de conservação da biodiversidade regional.

Biólogo Jonas Costa Rangel

domingo, 5 de maio de 2013

Exposição “a literatura nas histórias em quadrinhos” no Jardim Botânico



No mês de abril a Biblioteca Municipal realizou em nosso Jardim Botânico uma exposição literária denominada “a literatura nas histórias em quadrinhos”, que tem como objetivo mostrar aos visitantes algumas adaptações de importantes obras literárias que foram reformuladas em um formato de história em quadrinhos.

A história em quadrinhos tem sua origem na antiguidade, como uma forma de registrar histórias por meio de imagens. Os desenhos, acompanhados de textos facilitam a compreensão da história.

Transformar obras literárias famosas em histórias em quadrinhos é uma prática comum com o intuito de aproximar os leitores do universo dos livros. A mais famosa obra denominada “Classic ilustrated” foi iniciada na década de 1940 e apresentou 169 títulos e foi publicada em 28 países e traduzida para 22 idiomas. Alguns exemplares desta obra ficaram disponíveis para a leitura.

A exposição ocorreu no Centro de Educação Ambiental do Jardim Botânico Municipal de Bauru durante todo o mês de abril e foi organizada pelos funcionários da Biblioteca Municipal de Bauru Valter e Nilson.

Confiram alguns exemplos das obras.









A exposição ocorreu em conjunto com a feira do livro livre, que foi responsável por movimentar uma grande quantidade de material literário. Veja a tabela abaixo da circulação de material em 2012.