TESTE BANNER

.

EMPRESAS

Tradutor

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Rodamundo realiza evento de Dança Circular no Jardim Botânico

O Coletivo Rodamundo realizará nesse domingo, dia 30/04 das 10h às 11h30, na Praça dos Bambus do Jardim Botânico, a roda aberta de Danças Circulares.

Essa atividade acontece uma vez por mês e tem como proposta a celebração da vida. O Rodamundo convida todos para viverem a experiência de estar na roda, na qual o único pré-requisito é a vontade de dançar!

É um convite para compartilhar sensações e sentimentos, para conectar-se, para movimentar-se em sincronia com pessoas antes desconhecidas, e assim, tornar-se protagonistas dessa dança.




























Um breve histórico do Rodamundo

O coletivo Rodamundo nasceu há cerca de três anos, com pessoas que se encantaram com a dança circular e resolveram se reunir semanalmente para praticar e compartilhar. As coreografias são aprendidas em cursos, encontros e oficinas de danças circulares, ou são criadas pelas focalizadoras do grupo. Além das reuniões semanais, o Rodamundo já construiu ricas parcerias e dançou com diferentes públicos e em diversos contextos, em eventos de cultura de paz, com grupos de terceira idade, universitários, educadores e mães com seus bebês, entre outros.


O que é o projeto de Danças Circulares?


O movimento das danças circulares acontece no Brasil e no mundo, possibilitando o resgate e a disseminação de tradições e culturas milenares e conectando pessoas consigo e com os outros. A proposta é que todos se unam e se movimentem com um mesmo objetivo, em harmonia e sincronia, orientados por uma pessoa que atua como focalizadora. 

No círculo – que não tem começo nem fim – todos podem olhar uma para os outros, e se comunicar sem necessidade de palavras. Todos estão lado a lado, e não há ninguém a frente, atrás, em cima ou embaixo, pois há ausência de hierarquia e uma posição de cooperação e compartilhamento. Embalados por músicas tradicionais ou contemporâneas, os movimentos são simples e repetitivos, o que proporciona uma meditação ativa e permite que todos possam dançar, sem exceção, sem necessidade de experiência prévia, e sem condição física específica. Basta querer entrar na roda e viver essa experiência que aquece o coração e faz um carinho na alma!


Venha Participar!!!



quarta-feira, 26 de abril de 2017

Jardim Botânico ganha mais um parceiro




No dia 20 de abril o Lions Clube de Bauru - Bela Vista se tornou parceiro do Jardim Botânico. Nesta data, membros do Lions, vieram ao Jardim para assinatura do termo de adesão e aproveitaram a oportunidade para conhecer o local. 

O Jardim Botânico fica extremamente feliz com essa parceria. O Lions Clube agora contribuí com os trabalhos de conservação, educação, pesquisa e cultura do Jardim Botânico. 

Agradecemos ao novo parceiro por esta valiosa contribuição.

Confira algumas fotos desse dia:

Entrega do documento de adesão ao Projeto "Amigos da Natureza"




Plantio de muda no arboreto do Jardim Botânico



O diretor Luiz apresentando a maquete do Botânico no Centro de Visitação 

Visita pela coleção de Samambaias




sexta-feira, 21 de abril de 2017

17 de abril: Dia Nacional da Botânica

No dia 17 de abril foi comemorado o Dia Nacional da Botânica. A data foi instituída pelo Decreto de Lei nº 1.147, de 24 de maio de 1994, em homenagem às comemorações dos 200 anos do nascimento do naturalista alemão Carl Friedrich Philipp von Martius.



Martius (1794-1868), foi um importante naturalista do século XIX, responsável pelo primeiro estudo da vegetação brasileira. Chegou ao Brasil em 1817 fazendo parte da comitiva da grã-duquesa austríaca Leopoldina, que viajava para o Brasil para e casar-se com Dom Pedro I.

No Brasil realizou uma expedição de três anos e coletou milhares de espécies da flora brasileira, as quais posteriormente foram catalogadas e descritas na Obra Flora brasiliensis, produzida na Alemanha entre 1840 e 1906, pelos editores Carl Friedrich Philipp von Martius, August Wilhelm Eichler e Ignatz Urban.

August Wilhelm Eichler (esquerda) e Ignatz Urban (direita) em 
conjunto com Martius foram responsáveis pela obra Flora Brasiliensis

A expedição de Martius, em conjunto com a obra Flora brasiliensis, é considerada o maior projeto de flora completado da história da botânica. Vejam algumas informações sobre o trabalho:
  • 3 anos de expedição
  • 66 anos de trabalho pelas matas do Brasil
  • 65 naturalistas e cientistas envolvidos
  • 10.000 km percorridos por rios do Brasil
  • 20.000 amostras botânicas coletadas
  • 6.500 espécies de plantas catalogadas
Ilustração realizada durante a expedição de Martius no Paraná

A expedição percorreu rios do Brasil e explorou todas as grandes regiões
fitogeográficas, que hoje são representadas pelos Biomas Brasileiros
Em 2006 a obra foi disponibilizada online para que a comunidade científica a utilize como um importante instrumento de trabalho e também para que a comunidade escolar e público leigo tenham acesso a esta importante obra da história da botânica no Brasil.

FLORA BRASILIENSIS: Para conhecer, acesse: http://florabrasiliensis.cria.org.br/index

O Jardim Botânico Municipal de Bauru parabeniza todos os botânicos e botânicas do Brasil, com muito trabalho, produzem o conhecimento em botânica para um melhor entendimento de nossa flora. Esse entendimento permite à sociedade a formação de valores éticos e uma postura voltada à a proteção das espécies vegetais e de seus ambientes.  


quinta-feira, 13 de abril de 2017

Educação: 10º Curso de Formação Continuada no Jardimm Botânico

Neste mês de abril começaram os cursos de formação continuada para professores e equipe de apoio da Rede Municipal de Ensino. Neste semestre o Jardim Botânico oferece mais um curso, que é fruto de uma parceria que ocorre desde 2012 entre a Secretaria Municipal de Educação e o Jardim Botânico Municipal de Bauru. Estamos na 10ª edição com o título "Conhecer para Ensinar: o Jardim Botânico de Bauru como espaço de ensino e aprendizagem".

Este curso é voltado para professores, diretores e coordenadores da Rede Municipal e tem como objetivo apresentar as potencialidades do Jardim Botânico para auxiliar o ensino de conteúdo do currículo escolar. Os professores conhecem o local e desenvolvem atividades práticas e projetos educativos para serem trabalhados com seus alunos. Os temas dos encontros abordam as diversas áreas do conhecimento e fornecem apoio para que os professores de todas as disciplinas possam desenvolver projetos no Jardim Botânico. Vejam alguns momentos da aula "Conhecendo o Jardim Botânico".









sexta-feira, 7 de abril de 2017

Secretaria Municipal do Meio Ambiente organiza eventos em comemoração ao dia da mulher


Em comemoração ao dia internacional da mulher, 8 de março, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Bauru (SEMMA) preparou diversas atividades durante todo o mês de março para suas funcionárias.

No dia 28 de março foi a vez do Jardim Botânico. O evento aconteceu no Centro de Educação Ambiental do Jardim Botânico Municipal de Bauru.

Foi uma manhã de descontração e relaxamento, com bate papo, alongamento e no final um delicioso café da manhã. De acordo com a Secretária do Meio Ambiente Mayra Fernandes, o proposito foi integrar as colegas que trabalham nos diversos setores da Secretaria.

Ao final da manhã houve sorteio de orquídeas, bromélias e samambaias preparadas especialmente para este dia.

O Jardim Botânico parabeniza todas as funcionária da Secretaria Municipal do Meio Ambiente!

Vejam os ótimo momentos desta manhã!