TESTE BANNER

.

EMPRESAS

Tradutor

sexta-feira, 31 de julho de 2015

Dia 31 de julho é o dia Mundial do Guarda-Parque


Em homenagem a esta data vamos conhecer mais sobre o guarda-parque.

De acordo com a Associação Brasileira de Guardas-parque, o guarda-parque é de grande importância na gestão de áreas de conservação. É o profissional preparado e capacitado para o trabalho dentro destas áreas, executando atividades de proteção dos recursos naturais e culturais, da biodiversidade local, além de contribuir na orientação do público e na segurança da área. Eles são o elo fundamental entre as políticas públicas de conservação e as comunidades locais que vivem próximas às áreas de conservação onde eles desempenham seu trabalho. Nos países do exterior são denominados Park Rangers ou Forest Ranger.
Os campos de caça na Idade Média eram áreas protegidas.

Um pouco de história...

Os primeiros guardas-parque surgiram com o estabelecimento das primeiras áreas de conservação, embora ainda sem esta denominação. Há mais de 2.000 anos, algumas áreas foram protegidas por decreto real na Índia com o propósito de proteger os recursos naturais. Na Europa, entretanto, se preservam áreas para caça por mais de mil anos.

A ideia de proteger sítios de interesse "especial" é universal na história, entre outras culturas, tradições comunitárias do Pacífico (os tapúes) e em regiões da África (túmulas sagradas). As origens das áreas protegidas datam do século XIX. Por volta de 1.810, alguns escritores e poetas saxões mencionam a conveniência de estabelecer áreas em que o homem e natureza convivam em algum tipo de equilíbrio. Gradualmente, a sociedade foi reconhecendo a necessidade de restringir o uso humano em áreas geográficas definidas, com exceção de atividades de lazer ou educacionais. Para estas áreas restritas haviam pessoas responsáveis pela guarda da área.

O primeiro Parque Nacional com designação legal foi criado em 1872, o Parque Nacional de Yellowstone nos Estados Unidos. Nesta época surge o termo guarda-parque como aquele responsável pela proteção do parque.

Atualmente a função dos guardas-parque é ampla, atuando no combate a incêndios florestais, pesquisa em campo,  controle de visitantes, Educação Ambiental, implementação de programas de conservação, informação cultural e científica para os visitantes, apoio à comunidades em caso de desastres naturais e vigilância e fiscalização.


Guarda-parque do Parque Nacional de Yellowstone
Guarda-parque instruindo crianças em uma visita.
Parabéns a todos os guardas-parque que exercem esta função em nosso país, em especial aos guardas-parque do Jardim Botânico Municipal de Bauru: Edson, Lucas, Marcos e Anderson.

Vejam alguns momentos de nosso guardas-parque no Jardim Botânico.

Acompanhando pesquisadores em atividade campo
Combate a incêndios no Jardim Botânico
Fiscalização  e denúncia de descarte de lixo
Equipe durante curso de manejo de animais silvestres
Análise de áreas a serem vistoriadas pela equipe
Equipe atual de guardas-parque do Jardim Botânico Municipal de Bauru



2 comentários:

Marcos cesar santos gomes disse...

Ficou muito bom melhor que eu imaginava. Obrigado Vinicius e Nádia vc sao dez.

Jardim Botânico Municipal de Bauru disse...

Parabéns especial (atrasado, mas merecido!) aos nossos guardas-parques!