TESTE BANNER

.

EMPRESAS

Tradutor

sexta-feira, 17 de março de 2017

Parceria de sucesso: Jardim Botânico, Lar Escola Santa Luzia para Cegos, Associação Mulher Unimed e Unimed Bauru

Nessa semana o Jardim Botânico se reuniu com a representantes da Associação Mulher Unimed (AMU) e Lar Escola Santa Luzia para Cegos para definir as atividades do ano de 2017. Essas três instituições trabalham juntas desenvolvendo uma atividade de monitoria no Jardim Medicinal Sensorial com monitores deficientes visuais.


Na foto: Fernanda Cezario (Jardim Botânico), Vinícius Sementili (Jardim Botânico),
Edy Yamamoto (Coordenadora do Lar Escola Santa Luzia),
 Luiz Carlos (Diretor do Jardim Botânico) e Helena Lutak
a (Associação Mulher Unimed).
A parceria teve inicio no ano de 2012 quando a Praça de Plantas Medicinais foi adaptada transformando-se em um Jardim Medicinal Sensorial. Nesse espaço adaptado as visitas monitoradas passaram a ser guiadas pelos usuários do Lar Escola Santa Luzia para Cegos em monitorias agendadas.


Praça de plantas medicinais criada em 2001.

Jardim Sensorial Medicinal a partir da reforma da praça de plantas medicinais
Para que os usuários do Lar Escola Santa Luzia para Cegos pudessem realizar a monitoria foi feito um treinamento por meio encontros, palestras e apresentação de material de áudio, com informações sobre as plantas e suas curiosidades, maquete do local e visita ao Jardim Sensorial. 
Treinamento dos monitores. Maquete elaborada para facilitar o reconhecimento do Jardim Sensorial

Monitoria no Jardim Medicinal Sensorial

Em cinco anos de parceria foram atendidas 2.729 pessoas nas visitas monitoradas ao Jardim Sensorial. O projeto despertou o interesse de outras Associações da AMU de outras cidades que já visitaram o Jardim Medicinal Sensorial para desenvolverem Jardins Sensoriais em suas cidades.










Nenhum comentário: